VASO DE FLORES COM BORBOLETAS.

VASO DE FLORES COM BORBOLETAS.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011


Um rapaz interessante...


Não sou muito sonhadora, nem muito "romântiquinha", nem vivo em busca de príncipes encantados. Na verdade acho que minha decepção com relacionamentos de toda a minha vida, que foram muitas, me deixou com uma visão bastante realista dos relações amorosas. E também uma certa frieza que faz com que não me apaixone com facilidade. Normalmente me interesso de vez em quando por um cara e se não tiver um retorno dele, rapidamente esfrio. Sei que isso foi uma defesa que meu cérebro criou, já que no passado arrastei muita corrente por causa de homens.

No entanto mesmo com minha fama de durona e descolada na área sexual, em todas nós mulheres habita uma princezinha que espera o homem ideal. Acho que isso é da alma feminina, não tem jeito de extirpar isso do ser feminino. O que podemos fazer é racionalizar para que não atrapalhe nossa vida.

Então eu sigo mais ou menos na boa, consigo ficar sem relacionamento por longos períodos, sem me desesperar e nem ficar procurando homens como se me faltasse o ar. Mas te digo que volta e meia aparece uns caras pelo nosso caminho que fica impossivel fechar os olhos.

Tem umas duas semanas que ando envolvida com um processo feito na Defensoria Pública. E o rapaz que está me atendendo é simplesmente tuuuudo de bom. Sabe aquele cara lindo, mas não exibido, gentil, educado, simpático, atencioso, fofo. Nossa! É algo assim de impressionar. Claro que sei que na intimidade ele tem seus defeitos como todo mundo. Mas todo mundo sempre parece ter tantos defeito já de cara, que quando aparece um cara desse assim, praticamente perfeito a primeira impressão, não tem como todos meus escudos, muros, barreiras, caírem por terra. E aquele meu lado sonhador e romântico fica a mil.

A pergunta que me faço nesses momentos é porque o universo "enche o pote" de algumas pessoas com tantos atrativos e tira tanto de outros. Por que alguns homens e mulheres parecem tão interessantes que viram uma unanimidade de atração para o sexo oposto, e outros são uma unanimidade de repulsa? Não sei responder, creio que mais ninguém saiba. Mas é de fazer pensar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário